Ao longo do ano de 2017, o segundo ano completo de atividade da Quinta dos Patudos, prosseguimos o trabalho que iniciámos no final de 2015 com o objetivo de proporcionamos condições que permitam a prática de desportos e outras atividades com cães na região onde estamos inseridos.

 

 

CLUBES DE DESPORTOS CANINOS

Em 2017, a Quinta dos Patudos manteve em funcionamento clubes que permitem a iniciação e a prática de três desportos caninos - Agility, Obediência Desportiva e Flyball. Estes clubes têm sessões semanais onde procuramos proporcionar aos patudos e aos seus acompanhantes humanos as condições indispensáveis para que possam praticar desportos caninos que acreditamos poderem contribuir para reforçar a qualidade de vida dos nossos cães e a ligação dos mesmos connosco. Atualmente, nos três clubes temos cerca de duas dezenas de patudos em atividade, um número que já consideramos satisfatório ainda que acreditemos poder vir a aumentar gradualmente no futuro.

A atividade dos clubes de desportos caninos da Quinta dos Patudos é orientada, em regime de voluntariado, por membros da nossa associação que possuem formação básica para proporcionar uma adequada iniciação à prática destes desportos.

 

FORMAÇÃO

A formação é para nós muito importante porque acreditamos que a mesma é essencial para podermos atingir os objetivos a que nos propomos. Deste modo, procuramos que membros da nossa Associação participem em ações de formação realizadas por outras entidades. Assim, em fevereiro, tivemos membros da Quinta dos Patudos a participar no Seminário de Agility orientado por David Molina e Evita Vazquez, organizado pelo Doggy Clube no Montijo. Em abril, participámos no seminário de Obediência Desportiva conduzido por Beate Biesenbach, o qual foi organizado pelo Clube Português de Canicultura em Lisboa. Estivemos também na Bélgica, em maio, para assistirmos ao Campeonato Europeu de Flyball, com o objetivo de recolhermos informação sobre a organização de provas deste desporto canino e de participarmos num seminário de Flyball orientado pela conceituada treinadora norte americana Pam Martin.

Ainda na área da formação, continuámos a organizar ações de formação na Quinta dos Patudos, orientadas por especialistas externos, e dirigidas essencialmente aos membros dos nossos clubes de desportos caninos.

Em abril, organizámos um Seminário de Iniciação ao Flyball orientado por Dave Maris e Toon Milissen com o objetivo de contribuirmos para a divulgação deste desporto canino no nosso país. Tivemos neste seminário participantes oriundos de outras zonas do Algarve e da região de Lisboa. Aproveitámos, também, a presença destes dois reconhecidos treinadores belgas na Quinta dos Patudos para fazermos alguns treinos com a nossa equipa de Flyball.

Em julho, realizámos um Seminário de Agility orientado por Sérgio Sousa. Foi a terceira vez que tivemos na Quinta dos Patudos um dos mais prestigiados treinadores de Agility do nosso país que tem, deste modo, vindo a acompanhar a evolução do trabalho desenvolvido no Clube de Agility da Quinta dos Patudos.

Finalmente, em outubro, aproveitámos o facto de termos connosco o juiz alemão Uwe Wehner para realizarmos um seminário de Obediência Desportiva, essencialmente dirigido aos membros que praticam na Quinta dos Patudos esta modalidade desportiva.

Por último, na área da formação, iniciámos em novembro a realização periódica de cursos de educação e treino básico de cães, orientados por membros da Quinta dos Patudos com formação nesta área. Estes cursos destinam-se a quem queira proporcionar ao seu cão um treino inicial de obediência básica para que tenha comportamentos adequados no quotidiano. Durante os cursos, os cães têm ainda a oportunidade de aprender alguns truques e habilidades, e de experimentar os três desportos caninos que praticamos na Quinta dos Patudos (Obediência, Agility e Flyball).

 

PARTICIPAÇÃO DA QUINTA EM COMPETIÇÕES E OUTROS EVENTOS DE DESPORTOS CANINOS

O ano de 2017 fica marcado pela estreia de membros da Quinta dos Patudos em competições de Agility e de Obediência Desportiva.

Em Agility, tivemos a estreia de 4 duplas. A Safira com o José Vieira estrearam-se em Fevereiro em Grau 1 na prova organizada pela Future Dogs na Pet Festival 2017 em Lisboa. Na mesma prova, o Gué-Gué com a Bárbara Vieira estrearam-se em Pré-Agility. O Gué-Gué veio a estrear-se em dezembro em Grau 1 nas provas organizadas em Abrantes pelo Clube Cinófilo do Alentejo. O Cooper com a Milene Felícia estearam-se em Pré-Agility em Sintra, em Setembro, na prova organizada pela No Stress. Finalmente, a Luna com o André Lopes estrearam-se, também em Pré-Agility, em outubro na prova organizada em Lisboa pela Niki Ladra. Ao todo, a Quinta dos Patudos esteve representada em 14 provas de Agility e as nossas duplas conseguiram alcançar o pódio 16 vezes. Em 2018, esperamos ver algumas destas duplas estrearem-se em graus mais avançados e que novas duplas da Quinta dos Patudos iniciem a sua participação em provas.

Em Obediência Desportiva, a Safira com a Bárbara Vieira e o Gué-Gué com o José Vieira conseguiram obter, com a classificação de Excelente, o COB – Certificado de Obediência Básica - no I Troféu de Obediência Desportiva da Quinta dos Patudos que organizámos em Messines e onde contámos com a presença do juiz alemão Uwe Wehner. Esta foi a primeira prova oficial, a contar para um campeonato nacional tutelado pelo CPC – Clube Português de Canicultura, organizada pela Quinta dos Patudos. Em 2018, pretendemos realizar o II Troféu de Obediência Desportiva, já inscrito no respetivo campeonato nacional, e acreditamos que vamos ter mais duplas da Quinta dos Patudos a participar.

No Flyball, modalidade que continuamos a procurar impulsionar em Portugal, fizemos, pelo segundo ano consecutivo, demonstrações no Algarve Dog Show em Lagoa, em junho. Ainda neste mês, orientámos um Workshop de Iniciação ao Flyball nas Caldas da Rainha, numa parceria com o Oeste DOG Camp. Na Páscoa, o Clube de Flyball da Quinta dos Patudos dinamizou atividades de iniciação ao Flyball no evento FlyBall and Easter Fun organizado pela Pawsitive Dogs Algarve. Em 2018, tencionamos prosseguir o nosso trabalho na área do Flyball, no sentido de contribuir para a disseminação da prática deste desporto canino em Portugal e, quem sabe, organizar, ainda que com carácter não-oficial, uma pequena competição deste desporto no nosso país.

 

INVESTIMENTOS

A par da atividade que desenvolvemos ao longo do ano que terminou, prosseguimos, apesar das limitadas disponibilidades financeiras, o apetrechamento e a melhoria do nosso Parque Rural Canino. Instalámos duas pérgulas para oferecer, no verão, uma maior área de sombra aos nossos utilizadores. Com o mesmo objetivo de obtenção de sombras, mas também com a intenção de proteger o ambiente e valorizar o património natural da nossa região, plantámos mais árvores de sequeiro, adaptadas às condições edafoclimáticas do barrocal algarvio (alfarrobeiras, romanzeiras e marmeleiros). Iniciámos a instalação de um sistema solar de produção de energia elétrica com o objetivo de conseguirmos ter condições de iluminação que permitam a utilização noturna dos nossos ringues. Procurámos melhorar as condições do piso do nosso ringue principal com a colocação de areia. Estamos a colocar um passeio com brita à volta dos ringues de modo a conseguirmos aceder aos mesmos quando o tempo está húmido. Ao nível dos equipamentos para a prática desportiva, adquirimos em 2017 um balancé e uma paliçada de competição para o Agility. Em relação a este desporto, o nosso sonho é conseguirmos em 2018 adquirir o equipamento de competição que ainda nos falta, de modo a podermos avançar com um propósito que não conseguimos alcançar em 2017 que é o de organizarmos a nossa primeira prova de Agility. No Flyball, adquirimos materiais para uma caixa de Flyball, que foi construída para a nossa equipa pelos treinadores belgas Dave Maris e Toon Milissen da Roadrunners Flyball Team, durante a sua estadia em Portugal. Adquirimos ainda outro material de treino e construímos uma “parede” para praticar a volta na box de Flyball. Por último, adquirimos material para a realização do I Troféu de Obediência da Quinta dos Patudos, bem como para as sessões do nosso Clube de Obediência.

 

  • 01
  • 02
  • 03
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
  • 32
  • 33
  • 34
  • 35
  • 36
  • 37
  • 38
  • 39
  • 40
  • 41
  • 42

 

 

comments