Imprimir

 

Há um ano, a 18 de outubro de 2015, abriu ao público o Parque Rural Canino “Quinta dos Patudos”, um projeto sem fins lucrativos que começou a ser delineado em 2013 com o objetivo de responder à escassez de espaços devidamente equipados para realizar de modo adequado e em segurança atividades com cães.

 

No primeiro ano de atividade da Quinta dos Patudos promovemos um conjunto de ações formativas nas áreas da educação e treino de cães e dos desportos caninos porque acreditamos que a prática destas atividades deve ser suportada por uma formação adequada. Com os nossos próprios recursos humanos realizamos um workshop de Introdução ao Treino de Cães e dois workshops de iniciação ao Flyball. Com recursos a formadores externos organizámos workshops de obediência básica e de agility e dois seminários de iniciação a desportos caninos (agility e obediência desportiva). Nestas acções trouxemos à Quinta do Patudos Pedro Araújo e Sérgio Sousa dois reputados atletas e treinadores portugueses. Tivémos, também, na Quinta dos Patudos o treinador alemão Joachim Muller que orientou treinos privados de Flyball para os membros do respetivo clube de praticantes. Ainda na área da formação importa mencionar que os coordenadores do Clube de Flyball da Quinta dos Patudos dinamizaram um Workshop de Introdução ao Flyball no Doggy Clube no Montijo.

Ao longo deste primeiro ano de atividade foram entrando em funcionamento os nossos Clubes de Praticantes. Estes clubes reúnem pessoas que, em grupo, pretendem praticar desportos ou outras atividades com cães. Dois destes clubes - “Patudinhos” e “Melhor Amigo” promovem a exercitação, a socialização, o treino de obediência básica, a aprendizagem de truques e habilidades de cachorros e de cães adultos, a introdução a desportos e outras atividades caninas. Neste clubes são, também, realizadas cãominhadas. Os outros clubes em funcionamento permitem a iniciação e a prática de desportos caninos - Flyball, Agility e Obediência Desportiva. O Clube de Agility é uma parceria entre a Quinta dos Patudos e a Casa do Povo de Messines e o Clube de Obediência Desportiva funciona com o apoio técnico do Doggy Clube, uma prestigiada escola de treino canino do Montijo.

Ao longo do nosso primeiro ano de funcionamento promovemos, também, eventos de natureza lúdica para assinalar o Natal e o Carnaval destinados aos nossos patudos.

A par desta atividade a Quinta dos Patudos tem sido frequentemente visitada e utilizada no regime livre por cães e respetivos companheiros humanos.

No total. ao longo deste primeiro ano de atividade do Parque Rural Canino recebemos quase duas centenas de cães no nossos espaços e nas nossas atividades.

Em termos de divulgação do nosso projeto, neste primeiro ano de atividade, marcamos presença em cãominhadas organizadas pela Câmara Municipal de Albufeira, no Algarve Dog Show na Fatacil em Lagoa com uma demonstração de Flyball e no evento Albufeira Vida Eco. Não pudemos responder afirmativamente por indisponibilidade de agenda para efectuar demonstrações em eventos realizados em Tavira e em Alcoutim. Ao longo deste nosso primeiro ano de atividade tivemos referências noticiosas na RTP e em publicações impressas e online (Observador, Correio da Manhã, Revista Sábado, Cães e Companhia, Terra Ruiva, Sul online, etc.).

Ao nível das infraestruturas prosseguimos o apetrechamento do parque com equipamento para a prática de desportos e outras atividades com cães. Neste domínio destacamos a aquisição de equipamentos homologados para competição em Agility (túneis, slalon e passerele) e em Obediência Desportiva (saltos). Outro investimento significativo que realizámos na Quinta foi a instalação de um WC amovível dotado com uma sanita quimica, um chuveiro e um lavatório.

Em suma, consideramos ter alcançado neste primeiro ano de funcionamento do Parque Rural canino Quinta dos Patudos os objetivos a que nos propusemos. Naturalmente que os resultados alcançados se ficam a dever a todos os que de algum modo colaboraram connosco ao longo deste ano, nomeadamente aos, que participaram nas nossas atividades e aos que nos ajudaram a construir e a consolidar este projeto. A todos um muito obrigado.

No segundo ano de funcionamento da Quinta dos Patudos, que agora se inicia, tencionamos prosseguir as atividades que temos vindo a desenvolver até ao presente, nomeadamente na área da formação e na consolidação do funcionamento dos clubes de praticantes, enquanto espaços para o desenvolvimento de atividades e de desportos com cães.

Iremos desenvolver regularmente ações de divulgação do parque e das suas diferentes valências com a finalidade de chegarmos a mais pessoas e, especialmente, a mais patudos. Vamos dar uma atenção especial à vertente ambiental do nosso projeto através da divulgação do trilho ambiental da Quinta dos Patudos. Neste âmbito propomo-nos a conceber um projeto educativo integrando as áreas da educação ambiental e das atividades assistidas por animais dirigido a crianças e jovens.

Na vertente dos desportos caninos não descartamos a possibilidade de vir a organizar eventos de natureza competitiva se tal se justificar e for possível tecnicamente fazê-lo.

Por último, ao nível das infraestruturas tencionamos, na medida das disponibilidades orçamentais que se vierem a verificar, prosseguir com o apetrechamento do parque. As prioridades para este segundo ano são a construção de um alpendre que nos permita abrigar da chuva e do sol, a melhoria do piso dos ringues e a aquisição do equipamento de agility que ainda não possuímos. E sonhamos, ainda, com a construção de um terceiro ringue para nele instalarmos equipamento lúdico-didáctico fixo.

Contamos com todos para prosseguir este projeto!